A Prefeitura do Rio está instalando 68 pias comunitárias em diferentes pontos estratégicos da Rocinha. A iniciativa, à pedido da Associação de Moradores da Rocinha, visa incentivar a população a lavar as mãos como medida de prevenção, na tentativa de diminuir a possibilidade de contágio pelo novo coronavírus.

As pias comunitárias contarão com duas cubas, torneiras, sabonetes e serão ligadas à rede pública de abastecimento de água. Um cartaz informativo também está sendo afixado com o passo a passo da higienização correta das mãos.

Modelo de pia instalado no Largo da Vila Verde, próximo a UPA da Rocinha. Foto: Associação de Moradores da Rocinha

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), uma em cada três pessoas no mundo não tem acesso a água potável e sabão. Quase 35 milhões de brasileiros não têm acesso a água tratada, revelou um estudo do Instituto Trata Brasil. Na Rocinha, o abastecimento irregular de água e áreas com esgoto a céu aberto tornam o combate ao vírus ainda mais difícil.

De acordo com recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS), até o momento, lavar as mãos é uma das ações mais eficazes de prevenção e propagação do novo coronavírus.

Assine nossa newsletter

Receba por e-mail informações sobre a maior favela do Brasil.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Sem cobrar, motorista de app leva idosos para vacinar contra covid-19 na Rocinha

O início da vacinação de idosos contra a Covid-19 no Rio vem…

Homem de 43 anos morre com coronavírus após dar entrada na UPA da Rocinha

Um homem de 43 anos morreu com coronavírus na última quinta-feira (16),…

Rocinha lidera nº de casos de coronavírus em favelas no Rio; já são 34 infectados

34 moradores da Rocinha estão infectados com o novo coronavírus, o covid-19,…

Desempregado, padeiro produz pães e doa para moradores na Rocinha

Em média, cada saco montado pela família de Isael Jacinto tem 5 pães