A Acadêmicos da Rocinha será a segunda escola a desfilar no próximo sábado (30/4), pela Série Prata, na Intendente Magalhães. Ao todo são 25 agremiações que disputarão duas vagas para desfilar no ano que vem na Marquês de Sapucaí pela Série Ouro no carnaval.

Com o enredo “Eu sou o Samba, a voz do morro sou eu mesmo sim senhor: Carnaval e samba a mais bela expressão cultural de uma raça”, a agremiação procura resgatar as origens da favela e reafirmar a negritude e identificação de um povo. 

O autor do enredo é Marcus Paulo, ele também é o carnavalesco da escola. A voz da Rocinha será Dodô Ananias, o gaúcho de 25 anos tem vasta experiência no samba em Porto Alegre, sua terra natal.

Nos anos de ouro, a Acadêmicos da Rocinha foi tricampeã do Grupo Especial sob comando de Joãosinho Trinta. O posto de rainha de bateria é da moradora Tatiana Rosa. Antes dela, passaram pelo posto Adriane Galisteu, Carla Prata e Mônika Nascimento.

Os desfiles terão transmissão da TV ALERJ. Cada escola tem no mínimo 35 minutos e máximo 40 minutos para se apresentar na passarela da Intendente Magalhães. A apuração com o resultado acontece no dia 3 de maio e ainda não tem horário definido.

Ouça o enredo

Rocinha 2022 Letra e Samba

Assine nossa newsletter

Receba uma curadoria das nossas reportagens.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

“Diz que é cria, mas”: moradores da Rocinha relembram os bons tempos da favela

Uma nova brincadeira tem agitado as redes sociais em todo o país.…