A Rocinha ganhará nos próximos meses um restaurante popular. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH) e a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Obras (SEINFRA). O local de construção da unidade no morro ainda não foi definido, entretanto, será instalada em uma área de no mínimo de 1.300 metros quadrados, aponta um documento do governo.

Batizado de Restaurante do Povo, o local oferecerá, inicialmente, 3 mil refeições, sendo 1 mil cafés da manhã e 2 mil almoços. O almoço será vendido a R$ 1 real e café da manhã a R$ 0,50 centavos.

Segundo a Secretaria de Estado e Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, o serviço de alimentação será executado na tecnologia Cookie Chill, onde as refeições serão preparadas em central própria de produção de empresa terceirizada, resfriadas a 5°c e transportadas em veículos adaptados até o restaurante, onde serão aquecidos e alocados em equipamentos térmicos para então serem distribuídos aos usuários. 

A ideia é que o restaurante não tenha estrutura de cozinha industrial, mas serviços operacionais para abrigar equipamentos de armazenamento, manipulação e distribuição dos alimentos, além de funcionários para outras áreas do local.

O Restaurante do Povo faz parte do projeto “Alimenta Mais: Redução da fome e da segurança alimentar e nutricional”, divulgado no Pacto RJ, em agosto de 2021. O Pacto RJ é um pacote de investimentos para ser executado nos próximos três anos, sendo composto por R$ 14 bilhões de recursos do próprio do orçamento do estado e R$ 3 bilhões de recursos do leilão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), totalizando R$ 17 bilhões.

Assine nossa newsletter

Receba por e-mail informações sobre a maior favela do Brasil.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Novos deslizamentos podem acontecer em 2020 se não houver obras na Rocinha, afirma defensora pública

Declaração foi dada durante audiência pública da CPI das Enchentes

Quem nos representa? Um olhar da Rocinha sobre política, representatividade e corrupção

A favela é sub-representada na maioria dos espaços de poder mas transborda exemplos de pessoas que, através da diversidade, podem trazer a renovação política que tanto se fala por aí

Projeto da ONU procura moradores para trabalhar dentro da Rocinha

Vagas são para atuar no programa Territórios Sociais