Os problemas crônicos de saneamento na Rocinha estão longe do fim. Sem previsão de grandes obras ou ampliação no abastecimento de água, o plano de investimento da concessionária Águas do Rio ainda está em fase de elaboração, 3 meses após o leilão da Cedae.

Diante das reclamações diárias de moradores sobre a falta de água que dura até um mês, o Fala Roça conversou com Guilherme Campos, diretor superintendente de Comunidades da Águas do Rio.

O número defasado do censo 2010, produzido pelo IBGE, é considerado um ponto de partida para pensar os investimentos que serão feitos na Rocinha. Porém, lideranças comunitárias alertam que os números habitacionais são maiores. 

A previsão é de que o serviço de abastecimento de água custará R$ 20,26 para a população na favela, permitindo “o consumo de um produto confiável para a saúde e bem-estar das pessoas”, ressalta a concessionária.

“O número informado pela CEDAE, ao assumirmos a concessão do fornecimento de água, foi de 172 contas”, disse Campos ao comentar sobre a quantidade de famílias beneficiadas atualmente com a tarifa social.

O contrato de concessão prevê que, em dez anos, 99% da população das áreas urbanas dos municípios tenha acesso ao sistema de abastecimento de água. 

A seguir, os principais pontos da entrevista:

Como será feita a cobrança da tarifa social aos moradores? Isso servirá como um comprovante de residência?  

Será emitida uma conta de água com nome, endereço e CPF e servirá como comprovante de residência. Importante ressaltar que o cliente que deseja ter a conta em seu nome e regularizar a sua ligação precisa procurar a loja de atendimento comercial instalada na Rocinha ou os canais de atendimento da companhia. O procedimento é rápido e fácil.   

Como está sendo feita a construção de relacionamento com as lideranças locais? 

A Águas do Rio tem um programa de relacionamento com os líderes comunitários, chamado Afluentes, que é um canal de comunicação direta entre as lideranças e a empresa.  O programa já foi implantado em 428 comunidades da capital e hoje conta com 686 lideranças participantes.  

Os manobristas continuarão direcionando a chegada da água nas localidades? A rede será modernizada?

Águas do Rio mantém a programação de abastecimento de água definida para a Rocinha, que vai sendo alterada à medida que os investimentos em saneamento básico avancem na localidade, ampliando o acesso às redes públicas de água.   

Quantas equipes e/ou funcionários trabalham exclusivamente na Rocinha?  

A empresa possui 14 funcionários na área operacional. 

Qual a principal demanda de serviço apontada pelos moradores? 

Reparo de vazamento de água.

Soubemos que a Águas do Rio está trocando vários registros em becos e vielas para tentar reduzir a perda de água. Essas trocas continuarão em 2022?  

Águas do Rio vem realizando uma série de melhorias no sistema de abastecimento de água existente. No final de 2021, a concessionária trocou o registro da Elevatória 1. Com cerca de 2m de diâmetro, o equipamento atende a mais de 100 mil moradores e é conhecida por ser o coração da distribuição de água na Rocinha. A intervenção permite que as equipes operacionais trabalhem com mais rapidez, segurança e assertividade.  Essas intervenções terão prosseguimento para contínua melhoria do sistema.

Assine nossa newsletter

Receba uma curadoria das nossas reportagens.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Imagens revelam como ficará a Rocinha em 5 anos, segundo governo

Saneamento, mobilidade, habitação , resíduos sólidos e equipamentos são os eixos das obras

Canaleta danificada no Morro Dois Irmãos ameaça moradores da Rocinha

Uma canaleta de escoamento danificada apresenta riscos para quem mora nas localidades…

Comunidade Cidade: tudo o que sabemos sobre a reforma bilionária na Rocinha

Um misto de expectativas, tensão e dúvidas marcaram a reunião de apresentação…