Realizado pelo Fala Roça, organização de comunicação sem fins lucrativos, o Viradão Cultural da Rocinha acontece neste sábado e domingo, dias 6 e 7 de julho, e vai promover uma ocupação comunitária da Biblioteca Parque da Rocinha C4 – único aparelho cultural público da maior favela do Rio de Janeiro – localizado na estrada da Gávea, nº 454. A entrada é gratuita e acontecem das 10h às 21h, nos dois dias de evento.

“Queremos provocar com o Viradão Cultural da Rocinha o debate na cidade sobre novas políticas públicas para a cultura das favelas”, explica Michel Silva, diretor institucional do Fala Roça. E questiona: “Quem sabe que existem aqui mais de cem pontos culturais na Rocinha? Se nós, que somos moradores, não sabíamos, que dirá a população de fora da favela e o turista que visita à Rocinha”. 

O evento multicultural é um desdobramento do Mapa Cultural da Rocinha, plataforma colaborativa criada pelo Fala Roça, que identificou 150 iniciativas socioculturais, quer mais do que gerar visibilidade. O objetivo do Viradão Cultural da Rocinha é colocar a favela no mapa cultural da cidade do Rio de Janeiro. 

Com 14 horas de programação, a iniciativa comunitária ocupa os quatro andares da Biblioteca Parque C4, das 10h às 21h, nos dois dias de evento. São 43 atividades artísticas gratuitas, entre debates, exposições, dança, teatro, cinema, contação de histórias, grafite, shows de música, sarau de poesia, circo, roda de rima e muito mais. 

“O Viradão Cultural da Rocinha, além de dar visibilidade à cultura produzida nas favelas, fomenta a economia criativa dos negócios sociais. No evento, terão 30 barraquinhas com trabalhos de projetos da Rocinha e todo o valor vendido será integralmente dos projetos sociais”, afirma Monique Silva, diretora de gestão de projetos. 

A estrutura das barracas será custeada pela organização do evento e os empreendedores locais receberão apoio institucional no valor de R$700, pagos pelo Fala Roça. A feira expositiva também contará com barracas de comidas para os visitantes. 

Dentre dos destaques da programação, está a exposição sobre História da Rocinha (Museu Sankofa); a Mostra de Fotografia (Rocinha Sob Lentes); Mostra de Filmes de estudantes da Fiação Lab; Oficina de Confeitaria para Crianças; SARAU LGBTQIAPN+; performances do grupo Rocinha em Cena; a amostra reduzida de uma adaptação teatral do texto: “a tempestade”, de William Shakespeare; Roda Cultural de Rimas, entre outros. Confira a programação completa. 

Debate cultural e articulação de Redes

O Viradão Cultural da Rocinha quer oferecer conhecimento aos líderes culturais sobre como enfrentar desafios comuns, aproximar a população dos projetos, e incentivar a formação de redes e o compartilhamento de saberes. 

O evento terá cinco debates temáticos para provocar o debate sobre como o comércio local pode ser parceiro da cultura da favela, acessibilidade e inclusão cultural nas favelas, captação de recursos disponíveis e turismo, além de promoção da educação e saúde por iniciativas locais comandadas por lideranças femininas negras. Os debatedores são moradores, acadêmicos e autoridades públicas. 

O Viradão Cultural da Rocinha contará com ações de acessibilidade, que incluem interpretação em LIBRAS nos debates, para garantir a inclusão de pessoas com deficiência (PCD). Ainda, terá pontos de hidratação, com apoio da concessionária Águas do Rio, além de três barracas de comida.

O evento conta com apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro e do Governo Federal, através da Lei Paulo Gustavo, da Secretaria Nacional de Periferias, da plataforma Mapa das Periferias..

O metrô é a melhor opção de transporte para chegar ao Viradão Cultural da Rocinha. Os clientes devem desembarcar na estação São Conrado. Neste sábado e no domingo (6 e 7/07), a operação do MetrôRio acontece nos horários regulares de fim de semana. A linha 2 vai operar entre Pavuna e Botafogo, e as linhas 1 e 4 seguirão o trajeto Uruguai-Jardim Oceânico/Barra da Tijuca. A transferência entre as linhas 1 e 2 poderá ser feita no trecho compartilhado entre as estações Central do Brasil/Centro e Botafogo.

Informações:

Dia: 6 e 7 de julho | Sábado e Domingo
Local: Biblioteca Parque Rocinha C4 | Estr. da Gávea, 454, Rocinha | Rio de Janeiro
Horário: 10h às 21h
Entrada gratuita

Informações de contatoAssessoria de Comunicação

Nome: Tatiana Lima
E-mail: tatiana.lima@falaroca.com
Tel | Whatsapp: (21) 99665-7892

Assine nossa newsletter

Receba uma curadoria das nossas reportagens.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Biblioteca Parque da Rocinha promove atividades culturais gratuitas

Evento terá exibição de filmes infantis, palestras e mais

Sítio dos Macacos: represa no alto da Rocinha é opção no verão

Na Rocinha, os moradores mais antigos frequentavam um lugar no alto do…

Moradores se emocionam com a Via Sacra da Rocinha, apesar de clima de tensão

Realizar uma ação cultural na Rocinha está sendo desafiador nos últimos meses.