O ideal é que a criança seja amamentada de forma exclusiva nos primeiros seis meses com o leite da mãe. (Foto: Divulgação)
O ideal é que a criança seja amamentada de forma exclusiva nos primeiros seis meses com o leite da mãe.
(Foto: Divulgação)

O tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno este ano foi “Amamentação e o Desenvolvimento Sustentável”.

No Brasil, a ação é coordenada pelo Ministério da Saúde em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

A amamentação fornece proteção imunológica, nutrientes essenciais para o desenvolvimento cerebral e é de graça. Até os seis meses o bebê não precisa de mais nada além do leite materno. No início, a mamada é mais rica em água, depois existe a gordura boa que sacia o bebê, por isso, deve-se esvaziar uma mama e em seguida dar o outro seio. Mesmo com introdução de outro alimento a partir dos seis meses, a amamentação deve ser feita até dois anos de idade ou mais.

Não existe leite fraco e sim a forma correta de amamentar. As mães também são beneficiadas com a recuperação do útero, redução do peso e diminuição dos riscos de câncer de ovário e mama.

Em 2015, uma lei foi criada para garantir que as mães possam amamentar seus filhos em estabelecimentos públicos. Lojas, bares e restaurantes não podem proibir a amamentação. Caso haja proibição, os estabelecimentos podem ser multados de R$ 1.300 a R$ 2.700, em caso de reincidência.

Assine nossa newsletter

Receba por e-mail informações sobre a maior favela do Brasil.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Atenção Básica à Saúde na Rocinha sofre com descaso da Prefeitura

Agente comunitário de saúde relata a dramática situação dos ACS

Britânico cria escola de inglês gratuita na Rocinha

Seja a mudança que você quer ver no mundo. Inspirado no pensamento…

O que podemos esperar da crise na saúde pública do Rio em 2020

Uma das maiores conquistas democráticas trazidas pela Constituição de 1988, aquela que…

Moradores da Rocinha vencem 3ª edição do Festival Brasileiro de Nanometragem

Sob aplausos da platéia, o vídeo “Anjos não falam” venceu o 3º…