Entre os dias 13 a 16 de setembro, Belém se transformará no epicentro da inovação e do jornalismo local com a realização do pioneiro TechCamp Belém 2023. Neste evento, sessenta iniciativas de comunicação de vinte estados brasileiros, entre elas o Fala Roça, se reunirão para um encontro de fortalecimento do jornalismo local. Os participantes participarão de capacitações de combate a desinformação, através da introdução de novas ferramentas e estratégias digitais, refinando suas habilidades analíticas e críticas.

O TechCamp é um evento patrocinado pela Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil e é realizado em parceria com o Énois Laboratório de Jornalismo.

O programa do TechCamp Belém contará com a presença de oito especialistas de destaque do Brasil e dos EUA, trazendo expertise em áreas essenciais como jornalismo local, sustentabilidade, desenvolvimento institucional, inteligência artificial e tecnologia:

  • Ariene Susui, jornalista e comunicadora indígena do povo Wapichana
  • Cristiana Tardáguila, fundadora da Agência Lupa e consultora sênior de Pesquisa do Equis
  • Jonathan Kealing, diretor de Network do Institute for Nonprofits News
  • Marianna Araujo, diretora de Comunicação do Fogo Cruzado
  • Nicolas Rios, diretor de Público e Comunidade da Documented
  • Raul Torres, fundador da Torres Contabilidade
  • Roberta Braga, diretora de Estratégias de Contra-Desinformação do Equis
  • Silvia Nascimento, fundadora do veículo de comunicação Site Mundo Negro.

“Acreditamos que o jornalismo local desempenha um papel crucial no fortalecimento da democracia, e esperamos que este encontro ajude os participantes a superar desafios e a criar soluções que impulsionem o desenvolvimento sustentável de suas iniciativas”, destaca o porta-voz da Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, Luke Ortega.

Para a coordenadora de Projetos da Énois, Carol Pires, “o Brasil é vasto, e não podemos abordar a diversidade de nossa sociedade sem ampliar nosso olhar. Encontros como esse são desafiadores, porém cada vez mais essenciais para promover a troca de conhecimento e compreender as particularidades de cada realidade local”.

O TechCamp Belém tem como objetivo central fortalecer as diversas vozes da comunidade na mídia, contribuindo assim para o aprimoramento da democracia no Brasil. Este evento reunirá jornalistas independentes locais com especialistas em tecnologia, permitindo que eles aprendam sobre ferramentas inovadoras capazes de enfrentar os desafios comuns que envolvem a sustentabilidade de suas organizações e a luta contra a desinformação.

Sobre o TechCamp

Os TechCamps, um programa de diplomacia pública hospedado sob a égide do Bureau of Educational & Cultural Affairs (ECA) do Departamento de Estado dos EUA, são reconhecidos por oferecer workshops práticos que estabelecem conexões vitais entre especialistas em tecnologia do setor privado e atores-chave, incluindo jornalistas, organizações não governamentais e defensores da sociedade civil. O objetivo é explorar e implementar soluções tecnológicas inovadoras para desafios globais.

Desde a sua criação em 2010, os TechCamps desempenham um papel fundamental na capacitação de mais de 2.100 participantes de mais de 110 países, capacitando-os a enfrentar desafios reais por meio de soluções tecnológicas. Agora, com o TechCamp Belém 2023, essa iniciativa se volta para o Brasil, focando no fortalecimento do jornalismo local e contribuindo para um ambiente midiático mais diversificado e informado.

***

Com informações do blog da Énois

Assine nossa newsletter

Receba uma curadoria das nossas reportagens.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

PL nº 2370/2019: remuneração do jornalismo por plataformas não pode esquecer favelas, periferias, quilombos e indígenas

Há uma década, o Fala Roça tem ampliado vozes da Rocinha, trazendo…

Fala Roça assina carta que pede missão da ONU no Brasil para avanços sobre justiça racial

Exmo. Sr. Ministro Mauro Vieira, Nós, instituições e organizações da sociedade civil…

Coalizão reúne mídias periféricas, faveladas, quilombolas e indígenas

Formada por 11 organizações que fazem conteúdo e atuam com educação midiática, articulação prevê incidência política local e nacional, troca de saberes e produções coletivas

Emergências climáticas: Rocinha se reúne para debater ações na favela

Pensar sobre as mudanças climáticas é urgente, pelo fato de quem está sofrendo com os impactos são as populações mais pobres