Após ficar suspenso por cerca de um ano e cinco meses devido a instabilidade na segurança pública, o programa Justiça Itinerante voltou a atender os moradores da Rocinha desde a metade do ano passado. De janeiro até abril de 2019, 628 moradores receberam atendimentos na unidade móvel.

Na unidade móvel, o cidadão pode ajuizar, sem advogados, ações no valor de até 20 salários-mínimos na área cível e ações e natureza consensual, abrangendo: cobranças de aluguel, de títulos e de dívidas em geral; pensão alimentícia e reconhecimento voluntário de paternidade. Além disso, os moradores podem resolver ações envolvendo acidentes de trabalho; guarda entre pais; divórcio amigável, danos materiais e morais; questões envolvendo direito do consumidor, dentre outros.

O Justiça Itinerante é um programa gratuito, coordenado pela Diretoria Geral de Apoio aos Órgãos Jurisdicionais, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) em conjunto com a Divisão de Justiça Itinerante e acesso à Justiça (DIJUI) e Departamento de Instrução Processual (DEINP).

Confira os meses e dias dos atendimentos em 2019

Os atendimentos às terças-feiras, das 9h às 15h, no Centro de Cidadania Rinaldo de Lamare, localizado à Rua Berta Lutz com Av. Niemeyer, n° 776.

Junho04 e 18
Julho02
Agosto06 e 20
Setembro03 e 17
Outubro01 e 22
Novembro05 e 26
Dezembro03 e 17

Dúvidas sobre o programa podem ser enviadas para o e-mail justicaitinerante@tjrj.jus.br ou ligar para o número (21) 3133-3468. O Tribunal de Justiça do Rio também tem uma ouvidoria pelo telefone: 0800 285 2000.

Total
123
Shares

Assine nossa newsletter

Receba por e-mail informações sobre a maior favela do Brasil.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Inscrições abertas para cursos de férias no NEAM/PUC-Rio

São 8 tipos de cursos para jovens entre 14 e 24 anos