No início de 2018, o Fala Roça solicitou dados ao Governo do Estado por meio da Lei de Acesso a Informação sobre as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na Rocinha. O governo não retornou nossas mensagens até a presente data. Porém, após 10 anos, as obras do PAC poderão ser retomadas na Rocinha. Segundo a SEOBRAS, a secretaria está pleiteando, junto ao Ministério das Cidades, a retomada dos projetos de melhorias ligados ao PAC II, que atenderia a Rocinha.

O PAC 1 na Rocinha recebeu um orçamento de R$259 milhões e desde 2008 não foram concluídas. Mesmo assim, o Governo Federal sob comando da ex-presidente Dilma Rousseff, anunciou em 2013, que a Rocinha iria receber obras do PAC 2. O valor total do investimento: R$ 1,6 bilhões e nunca foram iniciadas.

Em um vídeo publicitário governamental, o morador Antônio Xaolin comenta, em 2009, as obras do governo de forma positiva. Procurado para comentar sobre a atualidade, ele lamenta o descaso do poder público. “Acho que o PAC Rocinha não irá acontecer tão cedo. Além de não ser prioridade do governo federal, a crise econômica desvalorizou os insumos. E enquanto isso tudo vira sucata. Por outro lado, se houver uma grande mobilização comunitária o governo federal poderá rever alguns investimentos”, conta Xaolin.

Para o morador e historiador, Fernando Ermiro, a retomada do PAC seria ótimo para a favela, pois junto vem trabalho, oportunidades​ e desenvolvimento. “Sou contra a construção de um teleférico na Rocinha porque não dialoga com a favela, custa uma fortuna e a manutenção é cara, além de ser importada e que não desenvolve e nem transfere tecnologia para gente”, analisa Ermiro.

Questionados sobre a possível execução das obras do PAC 2 sem terem concluídos as obras do PAC 1, a SEOBRAS respondeu de forma objetiva: “O PAC 1 já está encerrado”.

As obras em duas fases

Na primeira fase do PAC, foram entregues as seguintes obras: Complexo Esportivo de 15 mil metros quadrados com campo de futebol em grama sintética, pista de skate e quadra poliesportiva; uma passarela projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, ligando o Complexo Esportivo à favela; uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 24 horas; urbanização e alargamento de viela de 60 centímetros para 14 metros de largura na Rua 4 (Rua Nova) e uma Biblioteca Parque, com cinco andares e 1600 metros quadrados.

A urbanização da Rua do Valão (ou Rua do Canal), na parte baixa da Rocinha, não foi entregue. Porém, cerca de 60 casas receberam “melhorias” nas fachadas. Recentemente, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, anunciou em entrevista para a página Rocinha Alerta, que iria reformar novamente as fachadas da Rocinha porque ela está muito “feinha”. A obra irá custar R$ 1,2 milhão.

Na segunda fase do PAC estava previsto a construção de um plano inclinado; a reurbanização do Caminho do Boiadeiro; a construção de um mercado popular e de creche, localizada nas proximidades da Biblioteca Parque. Apenas a creche foi construída com recursos do PAC 1.

Preso em 2016 na operação ‘Calicute’, da Polícia Federal, o ex-secretário estadual de obras disse – três anos antes de ser preso por improbidade administrativa – que o saneamento básico da Rocinha seria prioridade no PAC 2. “A vertente principal do PAC 2 na Rocinha são o saneamento básico, as drenagens e a urbanização. A maior parte dos investimentos será nessas obras. E, a exemplo do que fizemos no PAC 1, com alargamento e urbanização da Rua 4, antes um foco de doenças pela excessiva umidade, vamos agora para outros pontos da Rocinha. Vamos atender a mais de 20 mil moradias com saneamento básico. Haverá 100% de tratamento do esgoto que hoje desce a céu aberto pela Rua do Valão. Vamos separar toda a água da chuva, o esgoto e o lixo e, além disso, vamos fazer creche, escolas e urbanização completa. O teleférico entra como uma alternativa de mobilidade”, afirmou Hudson Braga. O ex-secretário permanece preso na Cadeia Pública José Frederico Marques, na Zona Norte do Rio.

 

Assine nossa newsletter

Receba por e-mail informações sobre a maior favela do Brasil.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Atenção Básica à Saúde na Rocinha sofre com descaso da Prefeitura

Agente comunitário de saúde relata a dramática situação dos ACS

O que podemos esperar da crise na saúde pública do Rio em 2020

Uma das maiores conquistas democráticas trazidas pela Constituição de 1988, aquela que…

Tribunal de Justiça do RJ proíbe Crivella de remover lojistas no Camelódromo da Rocinha

Os lojistas do Camelódromo da Rocinha conseguiram uma liminar no Tribunal de…

Britânico cria escola de inglês gratuita na Rocinha

Seja a mudança que você quer ver no mundo. Inspirado no pensamento…