O assessor comercial, João Castro Guidão, faleceu nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, aos 52 anos por problemas de saúde. João será enterrado no cemitério de Irajá, nesta sexta-feira. O velório será realizado a partir das 16h desta sexta-feira na capela C, parte superior da Nossa Senhora da Apresentação.

João C. Guidão adorava compartilhar histórias sobre a Rocinha. (Foto: Reprodução/Facebook)
João C. Guidão adorava compartilhar histórias sobre a Rocinha. (Foto: Reprodução/Facebook)

De origem portuguesa, João era herdeiro da família Castro Guidão, donos da fazenda Quebra-Cangalha, onde surgiu a favela da Rocinha. Ele preservava toda a história da vinda da família, em 1868, para o Brasil através de fotos, recortes de jornais, documentos de terrenos e plantas, além das memórias afetivas. O amor pela família e a Rocinha, fez com que durante muitos anos, se dedicasse em compartilhar a história da origem da Rocinha com pessoas comuns e instituições.

Recentemente, o repórter Michel Silva, do Fala Roça, entrevistou João para uma matéria sobre a fazenda Quebra-Cangalha e a origem da Rocinha. Publicada em agosto deste ano, a matéria viralizou nas redes sociais e ganhou elogios pela riqueza de detalhes contadas por João.

Comprometido com a caridade e bondade, João gostava de homenagear e ser homenageado. Em 2014, ele recebeu o troféu Quality, da International Quality Company, pelo destaque no pionerismo e tradição da família Castro Guidão.

Ele era casado e deixou dois filhos.

Assine nossa newsletter

Receba por e-mail informações sobre a maior favela do Brasil.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Atenção Básica à Saúde na Rocinha sofre com descaso da Prefeitura

Agente comunitário de saúde relata a dramática situação dos ACS

Britânico cria escola de inglês gratuita na Rocinha

Seja a mudança que você quer ver no mundo. Inspirado no pensamento…

O que podemos esperar da crise na saúde pública do Rio em 2020

Uma das maiores conquistas democráticas trazidas pela Constituição de 1988, aquela que…

Moradores da Rocinha vencem 3ª edição do Festival Brasileiro de Nanometragem

Sob aplausos da platéia, o vídeo “Anjos não falam” venceu o 3º…