A Prefeitura do Rio lançou nesta terça-feira (9/5), o piloto do CadÚnico Rio, novo sistema de agendamento do Cadastro Único para que a população possa ser atendida com mais qualidade e sem enfrentar filas. O site cadunico.rio já está programado para moradores da Zona Sul e da Grande Tijuca.

A população poderá agendar o atendimento, escolher o local para ser atendido, assim como data e hora. De acordo com a prefeitura, é importante ressaltar que o CADRio é exclusivo para agendamento de regularização do Cadastro Único. Os demais serviços seguirão como antes.  

O projeto é resultado de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) e a Secretaria Municipal de Transformação Digital e Integridade Pública (SMTDI), que idealizaram e implementaram a nova plataforma. O local escolhido para iniciar a modalidade foi a Rocinha, devido a alta demanda e complexidade. Outras nove centrais serão inauguradas nos próximos dias.

“O serviço de agendamento on-line representa uma economia de tempo para o cidadão e uma maior agilidade na prestação do serviço. O usuário passa a poder organizar seu tempo com a certeza de que será recebido nos pontos de atendimento no horário marcado e no local desejado. Mais um exemplo de como novos sistemas e plataformas digitais podem melhorar a vida dos cariocas”, diz Tony Chalita, Secretário Municipal de Transformação Digital e Integridade Pública, órgão responsável pela implementação do novo sistema.

Até a semana passada, não era possível agendar hora nem local para se cadastrar ou fazer atualizações no sistema. Era necessário reunir toda a documentação em papel e ir pessoalmente, no horário de 8h às 17h, até um dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS). O atendimento para a nova modalidade vai começar no próximo 16.

O piloto de agendamento do CadÚnico Rio está sendo implementado inicialmente nas regiões Zona Sul e Grande Tijuca. Após a fase de teste da plataforma, desenvolvida pela Central 1746, o sistema irá gradativamente para outras regiões da cidade e será necessário agendar o atendimento.

“É um momento importante para muitos cariocas que dependem de um programa como o Bolsa Família. A Prefeitura do Rio, a partir do prefeito Eduardo Paes, garante agilidade e dignidade na vida do cidadão, ampliando o atendimento e zerando a fila”, ressalta Adilson Pires, Secretário Municipal de Assistência Social do Rio. 

Cadastro Único mais acessível

O Cadastro Único é um instrumento de coleta de informações, para realizar a identificação e a caracterização socioeconômica das famílias brasileiras de baixa renda. Podem fazer o cadastro famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. O responsável familiar deve ter idade a partir de 16 anos.

A meta da Secretaria Municipal de Assistência Social é zerar a fila para o serviço. Por isso, nos próximos dias as demais Coordenadorias de Assistência Social irão iniciar o agendamento pelo 1746. O calendário seguirá uma ordem de implementação a ser divulgada.

Assine nossa newsletter

Receba uma curadoria das nossas reportagens.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Pré-vestibular Só Cria: mais uma porta de entrada na faculdade. Inscrições abertas!

Através de uma parceria entre o coletivo Movimenta Rocinha, as Brigadas Populares…

Governo autoriza implantação da Casa do Trabalhador na Rocinha

O Governo do Rio, por meio da Secretaria Estadual de Trabalho e…

Tribunal de Justiça do Rio decide suspender o programa ‘Justiça Itinerante’ na Rocinha

No armário da sala de Fátima Santos, de 54 anos, moradora da…

MPRJ instaura inquérito contra Águas do Rio por falta de água na Rocinha

O Ministério Público do Rio de Janeiro, por meio da 2° Promotoria…