No último sábado, 1º de junho, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD-RJ), marcou presença na Rocinha. A visita teve como objetivo discutir a reforma do conjunto habitacional do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) localizado na Estrada da Gávea, na altura da localidade Rua 4. Segundo informações da prefeitura, o projeto de reforma está em fase de desenvolvimento, visando a licitação das obras.

Durante a agenda, o prefeito esteve acompanhado por Marcelo Queiroz dos Santos, conhecido como Marcelinho do CIEP, morador e articulador social, que destacou a necessidade de intervenções nos prédios do PAC. “Identifiquei em 2022 que os prédios precisavam de reformas. Realizamos algumas reuniões com os moradores na época, porém, devido a entraves, não conseguimos avançar”, afirmou Marcelinho.

Ele acrescentou: “Consegui dialogar com o prefeito Eduardo Paes e sua equipe de engenheiros, levando-os para uma visita pela comunidade para identificarem as necessidades nos prédios. O prefeito atendeu ao nosso pedido, pois há 14 anos não ocorriam intervenções. Agora, aguardamos a licitação, prevista para ser lançada em breve, para que as obras tenham início em dois meses. A intenção é contratar trabalhadores locais para realizar a reforma.”

A assessoria do prefeito confirmou a visita e destacou que as reformas estão em processo de licitação. “O prefeito Eduardo Paes anunciou que a Prefeitura do Rio irá reformar o Conjunto Habitacional PAC da Rocinha, como parte do programa Conjunto Maravilha, da Empresa Municipal de Urbanização, a Rio-Urbe. O projeto de reforma está em desenvolvimento para que as obras sejam licitadas.”

O montante destinado para a reforma, o prazo para realização da licitação e a duração das obras dependerão da finalização do projeto, que está sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Infraestrutura.

Inaugurado em 2011, os “prédios coloridos da Rua 4”, foi uma das obras executadas durante o PAC Rocinha, tendo sido concluído em 2010. Os edifícios foram construídos com o objetivo de realocar famílias que residiam na localidade da Rua 4, que, devido ao adensamento das edificações, enfrentava problemas de insalubridade. Uma parte da localidade conhecida como Rua 4 passou por um processo de alargamento e ganhou uma via como o nome de Rua Nova.

Além das famílias da Rua 4, também foram reassentados moradores das áreas da Rua do Valão, Vila Verde e Roupa Suja. O conjunto habitacional ocupa uma área de aproximadamente 5000m², onde anteriormente funcionava uma garagem de ônibus da empresa Transportes Amigos Unidos (TAU). O projeto incluiu não apenas as unidades habitacionais, mas também a criação de passagens entre a Rua 4 e a Estrada da Gávea, além de áreas de lazer. No total, foram erguidos nove edifícios, totalizando 144 unidades habitacionais.

Assine nossa newsletter

Receba uma curadoria das nossas reportagens.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Comunidade Cidade: tudo o que sabemos sobre a reforma bilionária na Rocinha

Um misto de expectativas, tensão e dúvidas marcaram a reunião de apresentação…

76% de casas na Rocinha são chefiadas por mulheres, mostra censo do Governo do Rio

O Censo Demográfico 2022, do IBGE, vai a campo em agosto deste…

Manobras da Cedae não resolvem a falta de água na Rocinha

As manobras são realizadas de domingo a domingo no início da manhã

Até 30% dos moradores da Rocinha correm risco de remoção com plano do Governo

Nos últimos anos, a Rocinha recebeu dezenas de programas de urbanização e muitos nunca foram concluídos