A Prefeitura concluiu, na última segunda-feira (24), as obras de revitalização do campo sintético de futebol da Vila Verde, na Rocinha. Realizada pela Empresa Municipal de Urbanização (Rio-Urbe), a reforma custou pouco mais de R$ 300 mil.

Construído em 2010 com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no Governo Lula, o local é frequentado diariamente por moradores. Por se tratar de um dos principais espaços de lazer da Rocinha, a intervenção era uma demanda antiga dos moradores, conforme o Fala Roça informou em outubro do ano passado.

O alambrado foi recuperado e uma nova rede de proteção foi instalada. Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

O campo, que é muito utilizado pelos moradores para partidas e competições de society, recebeu nova grama sintética, contrapiso e marcações, em uma área de 880 metros quadrados. Também foi feita a reestruturação do alambrado existente no entorno do campo com serviços de pintura, implantação de uma nova rede de proteção sobre o campo, instalação de novas balizas, redes nos gols e de canaletas de drenagem nas cabeceiras para escoamento de água da chuva. O espaço ganhou, também, um banco de concreto com 12 metros de extensão e a área de acesso ao local foi concretada.

Em agosto deste ano, a Fundação Geo-Rio realizou a obra de contenção para aumentar a segurança dos moradores contra chuvas e enchentes. As equipes da fundação realizaram a construção de uma cortina ancorada de 85 metros quadrados na localidade. Desde o início de 2021, a Geo-Rio totaliza sete importantes obras de proteção de encostas na Rocinha, beneficiando mais de 3.000 pessoas.

Assine nossa newsletter

Receba uma curadoria das nossas reportagens.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Rocinha não tem nenhum espaço esportivo público para a prática de outros esportes

Nem só de futebol vive a favela: moradores querem praticar outros esportes dentro da favela, mas não encontram espaços adequados

Governo vai despejar escola de surfe do Complexo Esportivo da Rocinha

Mais antigo do que o complexo esportivo, a Rocinha Surfe Escola enfrenta um problema jurídico para permanecer no local