Com uma experiência de 16 anos de patinação street, o morador Leony Vidal, de 31 anos, está arrecadando patins para um projeto social que vai ensinar patinação para crianças e jovens da Rocinha. Ainda sem nome, o projeto aguarda a reinauguração da pista de esportes radicais Jorge Mamão, na Curva do “S”, que está sendo reformada e ampliada.

“Quando sentei para tentar orçar um projeto com a galera do patins na Rocinha, vimos que seria mais fácil a doação de patins, com a alta do dólar fica tudo mais caro, porque usamos patins profissionais na modalidade street”, explica Leony Vidal. 

Com uma força na cena do patins, Vidal junto com seus amigos, buscam doações de patins para dar início ao seu projeto social. Os patinadores pretendem passar seus conhecimentos para crianças e jovens começarem a praticar a modalidade. 

O coletivo de patins irá começar suas aulas na quadra usada pelo Social Brasil Rocinha, que existe no Complexo Esportivo da Rocinha, enquanto a obra da Curva do S não finaliza. 

O projeto visa atender jovens e crianças a partir de 10 anos de idade a aprenderem a prática do patins e posteriormente a modalidade de street, muito difundida por diversos profissionais. As doações de patins podem ser feitas através do perfil de Vidal no Instagram

“Ali [praça de skate] é o berço do pessoal do skate, bike e patins há anos. O tempo todo que eu andei, quando comecei só andava ali. Estamos fazendo nós por nós, dois patinadores da comunidade, eu e o professor Gustavo Coelho, queremos  aproveitar o espaço onde aprendemos a patinar e poder passar esse conhecimento pra frente”, lembra Vidal. 

É possível doar todos os tipos de patins para o coletivo iniciar seu projeto. A ideia é ter um material bem diverso para conseguir atingir a maior quantidade possível de alunos. Caso a criança já tenha um par de patins, os instrutores podem aperfeiçoar para a modalidade correta.

Foto de capa do S.B.R X IN-LINE, em 2005*

Assine nossa newsletter

Receba uma curadoria das nossas reportagens.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Leo Godoi: o goiano que criou o Rocinha em Cena

O teatro costuma abrir portas para outros mundos. Foi com esse pensamento…

Da Rocinha a Maré: a laje é o play da favela

As lajes são lugares culturalmente ricos nas favelas, na Rocinha os moradores usam para se divertir, descansar, fazer atividades informativas e recreativas

Clipe de MC Jean, cria da Rocinha, atinge 1,5 milhão de views no Youtube

Foi rápido! A canção “Logo Logo Vai Chegar o Dia” de MC…