A Prefeitura do Rio mudou de ideia e instalará um tomógrafo no estacionamento da igreja Universal do Reino de Deus, ao lado do metrô, no acesso à Rocinha. Inicialmente, o equipamento seria instalado no estacionamento da UPA da Rocinha, na Curva do “S”, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. 

A movimentação de operários da Prefeitura do Rio no templo religioso atraiu a atenção de moradores na manhã desta quinta-feira (30). Segundo um funcionário da obra que prefere não se identificar, a obra de instalação do tomógrafo ficará pronta até o início da próxima semana. Nenhum dos operários utilizavam máscaras de proteção conforme determina o decreto municipal. No local já se vê materiais como areia, pedra e divisão do espaço onde será instalado o aparelho.

Operários foram vistos trabalhando na instalação emergencial do tomógrafo no terreno da igreja. Foto: Michel Silva/Fala Roça

Dias antes, a Prefeitura do Rio havia firmado o compromisso com o presidente da Associação de Moradores da Rocinha, Wallace Pereira, e alinhado com a Secretaria Municipal de Saúde a escolha da UPA como local de instalação.

Em nota, a Prefeitura do Rio disse que o objetivo da instalação provisória é atender a região neste período de pandemia. “Depois (da pandemia) os tomógrafos serão direcionados à unidades de saúde do município em caráter permanente. O critério de escolha dos locais para montagem dos tomógrafos levou em consideração a infraestrutura para instalação rápida dos equipamentos”, comunicou.

Tomógrafo não faz teste para Covid-19

Para a instalação do tomógrafo, será necessário fazer o revestimento das paredes com mantas de aço, instalações elétricas e de portas blindadas, sistemas de refrigeração e de iluminação, e tratamento do piso para sustentar os aparelhos. O equipamento custou US$ 950 mil e pode realizar, em média, 1.200 exames por mês.

Apesar de o prefeito Marcelo Crivella afirmar que o equipamento permite diagnosticar com precisão se a pessoa está infectada com o novo coronavírus, médicos da Clínica da Família consultados pelo Fala Roça contestam essa afirmação e explicam que o diagnóstico da Covid-19 é feito por exames de laboratório. A tomografia não contribui para isso.

O deslocamento entre a UPA, a igreja Universal e um polo de atendimento que está sendo projetado na Quadra da Rua 1 para atender moradores com Covid-19 também poderá retardar o tratamento dos pacientes. “Se o tomógrafo fosse instalado na UPA, eu não precisaria ter que descer o morro inteiro para fazer um exame”, analisou um morador que passava próximo a igreja.

Assine nossa newsletter

Receba por e-mail informações sobre a maior favela do Brasil.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR

Homem de 43 anos morre com coronavírus após dar entrada na UPA da Rocinha

Um homem de 43 anos morreu com coronavírus na última quinta-feira (16),…

Rocinha lidera nº de casos de coronavírus em favelas no Rio; já são 34 infectados

34 moradores da Rocinha estão infectados com o novo coronavírus, o covid-19,…

Homem morre de coronavírus 17 dias após perder pai para a doença na Rocinha

Alexandre Moreira ficou internado por 2 semanas no Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer

Desempregado, padeiro produz pães e doa para moradores na Rocinha

Em média, cada saco montado pela família de Isael Jacinto tem 5 pães